O objetivo primordial aqui é incentivar as crianças a se interarem com o mundo da leitura e da escrita. É o de valorizar o que produzem e como produzem. É promover a interação do aluno, da família e dos amigos em favor da alfabetização e letramento.

sábado, 31 de outubro de 2015

PROJETO CARTAS


Cartas para os personagens foram enviadas para a editora FTD, que as encaminhou para a autora Mirna Pinsky.

As cartas produzidas pelos alunos da professora Joyce Pianchão, do 2º ano do Ensino Fundamental, da E. E. Sandoval de Azevedo:


Belo Horizonte, 17 de setembro de 2015.

Pedro Boné,
Como vai?

Eu gostei muito do livro “Carta errante, avó atrapalhada, menina aniversariante”.
Meu personagem favorito foi você.
Eu gostei da sua profissão de carteiro.
Quando a professora leu o livro para a turma, ela nos falou que você era o personagem mais importante da história.
Eu estou pensando se vou trabalhar de carteiro, para ser igual a você. Eu quero entregar cartas pelo mundo. Deve ser muito legal a sua profissão de carteiro!
Agora eu vou lhe fazer uma pergunta:
-O seu time do coração é o Palmeiras?
Adeus,
Eduardo
------------------------------------------------------------------------
Belo Horizonte, 17 de setembro de 2015.
Avó Lia,
Como vai?

Eu li o livro “Carta errante, avó atrapalhada, menina aniversariante”.
Eu achei muito engraçado quando você escreveu em hebraico para a sua netinha.
Eu gostei muito da sua carta.
Beijos,
Luiza
------------------------------------------------------------------------

Belo Horizonte, 17 de setembro de 2015.

Luciana,
Como vai?

Eu queria lhe dizer que a sua avó não podia reclamar, porque Pedro Boné fez de tudo para que a carta chegasse. 
Eu vou contar!
Ele não sabia o nome da cidade, porque estava em hebraico.
Eu gostei muito do livro “Carta errante, avó atrapalhada, menina aniversariante”.
Sua avó Lia escreveu uma carta linda para você!
Que pena que você não pode ver a carta de aniversário, a sua carta foi apagando, porque a sua avó usou a caneta com tinta que se apaga e Pedro Boné fez de tudo para achar sua casa.
Abraço,
Patrícia
------------------------------------------------------------------------
Belo Horizonte, 17 de setembro de 2015.

Pedro Boné,
Como vai?

Eu e minha turma lemos o livro “Carta errante, avó atrapalhada, menina aniversariante”.
Eu achei que você foi um personagem muito importante para o livro, porque sem você a carta não teria chegado ao seu destino.
Eu acho que você é um excelente carteiro, porque hoje em dia muitos não se importam em entregar cartas.
Você foi um super carteiro!
Escreva outra carta para mim.
Um abraço,
William
------------------------------------------------------------------------

Belo Horizonte, 17 de setembro de 2015.

Pedro Boné,
Como vai?

Eu e a minha turma lemos o livro “Carta errante, avó atrapalhada, menina aniversariante”. Este livro é muito legal! Ele fala sobre a avó Lia, Luciana e você.
Eu gostei mais daquela parte que a tinta da caneta estava sumindo.
Você foi corajoso tentando descobrir o endereço completo.
Eu gostei muito de você!
Abraço,
Luan Ricardo Morais Abadia
------------------------------------------------------------------------

Belo Horizonte, 17 de setembro de 2015.

Pedro Boné,
Como vai?

Eu li o livro “Carta errante, avó atrapalhada, menina aniversariante”.
Eu achei que foi você o principal personagem da história.
Achei impressionante como você se importa com as cartas.
Não é todo carteiro que faz isso não, sabia?
Você é um ótimo carteiro!
Você deve ter ficado muito triste quando a avó Lia falou:
-Nossa! Mas este correio é demorado!
Você teve um trabalhão com a carta dessa avó e ela foi muito ingrata de falar isso!
Abraço,
Giovanna Faccio
------------------------------------------------------------------------

Belo Horizonte, 17 de setembro de 2015
Luciana,
Como vai?

Eu e meus colegas lemos a carta que a sua avó lhe escreveu na sala de aula com a professora.
Nós achamos muito legal!
A parte que gostei foi quando a sua avó Lia chegou junto com a carta.
A caneta que sua avó usou tinha tinta que se apagava.
A sua carta era muito interessante. Eu quero ouvir ou ler a sua carta novamente, porque ela me deixou muito feliz! Eu me lembrei da minha avó.
Eu adorei o livro que se chama “Carta errante, avó atrapalhada, menina aniversariante”!
Beijos,
Kathleen
------------------------------------------------------------------------
Belo Horizonte, 17 de setembro de 2015
Pedro Boné,
Como vai?

Eu li o livro “Carta errante, avó atrapalhada, menina aniversariante”. Mas é uma pena que você não conseguiu ler o nome da cidade, porque estava em hebraico.
A avó Lia xingou o correio. Você e a avó Lia chegaram juntos, mas não se preocupe, você já entregou várias cartas antes de alguém chegar, não é mesmo?
Abraço,
João
------------------------------------------------------------------------

Belo Horizonte, 17 de setembro de 2015.

Luciana,
Como vai?

Eu adorei o livro “Carta errante, avó atrapalhada, menina aniversariante”.
Foi muito legal quando a sua avó e a carta chegaram ao mesmo tempo.
Pedro Boné ligou para várias casas até chegar à sua amiga.
A avó quando chegou falou que lhe mandou a carta em abril.
Abraço,
Allyssa
------------------------------------------------------------------------
Belo Horizonte, 17 de setembro de 2015.

Pedro Boné,
Como vai?

Eu li o seu livro e gostei muito dele.
Eu sei que deu muito trabalho entregar a carta para Luciana, mas você conseguiu.
Você é um ótimo carteiro e gosta da sua mulher e dos filhos.
Eu sei o nome do livro, é “Carta errante, avó atrapalhada, menina aniversariante”.
Abraço,
Jennifer
------------------------------------------------------------------------
Belo Horizonte, 17 de setembro de 2015.

Pedro Boné,
Como vai?

Você não é igual aos carteiros daqui. Você não desiste de entregar as cartas.
Se fossem os carteiros daqui, eles iam desistir de entregar a carta para Luciana.
Abraço,
Gabriel Henrique
------------------------------------------------------------------------
Belo Horizonte, 17 de setembro de 2015
Pedro Boné,
Como vai?

Eu gostei muito como você descobriu onde era a casa da Luciana.
Foi muito legal também, quando você chegou com a avó Lia.
Nós lemos “Carta errante, avó atrapalhada, menina aniversariante”.
Beijos,
Bernardo
------------------------------------------------------------------------
Belo Horizonte, 17 de setembro de 2015
Pedro Boné,

Eu e a minha turma lemos o livro “Carta errante, avó atrapalhada, menina aniversariante”.
Você não é igual aos outros carteiros que não se importam com a carta que não têm CEP.
Um abraço,
Daniel
-------------------------------------------------------------------
Belo Horizonte, 17 de setembro de 2015
Avó Lia,
Como vai?

Eu, minha professora e os meus colegas lemos a carta que você escreveu para Luciana.
A carta ficou ótima!
A sua carta de aniversário é muito interessante e bonita.
Eu gostei daquela parte que você estava dentro do elevador com Pedro Boné. Você não conhecia Pedro Boné e perguntou para ele porque a carta demorou tanto para chegar.
Quando você e Pedro Boné chegaram à casa de Luciana, ela teve uma surpresa com você e a carta.
Gostei muito de sua carta do livro chamado “Carta errante, avó atrapalhada, menina aniversariante”.
Um abraço,
Maria Eduarda
------------------------------------------------------------------------
Belo Horizonte, 17 de setembro de 2015
Luciana,
Como vai?

Eu e meus colegas escutamos a leitura do livro “Carta errante, avó atrapalhada, menina aniversariante”.
Nós gostamos muito! 
E quando você fala para o carteiro: - Quem é você? Eu adorei! Meus colegas também gostaram.
Um beijo,
Giovanna Penido
------------------------------------------------------------------------
Belo Horizonte, 17 de setembro de 2015.

Pedro Boné,
Como vai?

Eu gostei muito do livro “Carta errante, avó atrapalhada, menina aniversariante”.
Eu gostei da parte que você faz de tudo para entregar a carta para Luciana.
Também gostei da parte que você e a avó Lia chegam juntos à casa de Luciana.
Abraço,
Gabriel Douglas

------------------------------------------------------------------------
Belo Horizonte, 17 de setembro de 2015.

Pedro Boné,
Como vai?

Você trabalhou muito para chegar à casa da Luciana.
Avó Lia é tão atrapalhada que nem colocou o CEP no envelope.
Um abraço,
Romeu
------------------------------------------------------------------------
Belo Horizonte, 17 de setembro de 2015.
Pedro Boné,
Como vai?

Você é um bom carteiro.
Eu li o seu livro “Carta errante, avó atrapalhada, menina aniversariante”.
A avó escreveu em abril, mas a carta e a avó chegaram ao mesmo tempo.
Abraço,
Kauã

Um comentário:

  1. Muito interessante as cartas dos alunos, estou adorando o projeto.

    ResponderExcluir